HOME BLOG CONTATO INDIQUE ESTE SITE
 
Área:
CARO LEITOR | ver comentários |
Título: O Brazil e os brasileiros
Autor: Rodolfo C. Martino - publicado em 22/10/1996
 

01. Fim das eleições municipais, com a vitória do candidato Celso Pitta (PPB), o tema reeleiçào volta a ser prioridade no amplo debate nacional, onde se projeta o Brasil de hoje e do próximo milênio. O leitor mais atento pode estar estranhando. E com razão. Afinal, mesmo durante a disputa, o assunto não saiu dos noticiarios e invariavelmente funcionou como fiel da balança para esse ou aquele apoio político (ou a falta de...) no segundo turno. Tanto é notório esse fato que, aos quatro cantos, se comenta: os grandes vitoriosos das urnas, neste ano, foram os prefeitos do Rio e de São Paulo, César Maia e Paulo Maluf. Eles fizeram seus sucessores e apresentam-se hoje com cacife eleitoral suficiente para, no Congresso, "apitarem" a favor ou contra a Emenda Constitucional que propõe a reeleição já em 98, ambição maior do presidente Fernando Henrique Cardoso.

02. Aliás, e por falar em 98, é impressionante constatar como a lista de presidenciáveis aumenta a cada semana -- Sarney, Itamar, Lula, Maluf, Maia, ACM, entre outros menos cotados, além do próprio FHC. Impressionante como eles se posicionam firmemente, hoje, como pré-candidatos, em algumas questões importantes, como a privatização da Vale do Rio Doce, por exemplo, sempre voltados para o interesse nacional. Jogo de cena. Pois, na verdade, revelam, em suas defesas, a ambiciosa intenção de ganhar, desde já, algum espaço político/eleitoral para as próximas eleições. Com efeito, nossos políticos enxergam longe, quando lhes interessa, e já se movimentam na ante-sala do pleito presidencial de 98.

03. É bem verdade que há exceções. Alguns preferem os agitos do saguão do aeroporto. Pelo menos 28 deputados, que se dizem aliados do Governo, planejam viajar para o Exterior nas próximas duas semanas. E justificam, com ar solene: "em missão oficial ". Resultado: projetos importantes da Reforma Constitucional terão que ser adiados para que não corram riscos. Essa situação forçou o Planalto a tomar algumas iniciativas para "urgenciar" a votação em plenário da reforma administrativa. Só que o líder do partido do presidente, deputado José Anibal, já está em Washington participando de um congresso sobre globalização...

04. Longe da "Ilha da Fantasia" de nossos homens públicos, os brasileiros comuns confrontam teses e discursos com as agruras de um noticiario geral que nos é implacável. Bastou uma chuva fina para que a nossa São Paulo vivesse, na manhã de quarta-feira, um dia de congestionamentos recordes. Por toda a cidade, segundo o CET, foram l56 quilometros de trânsito lento e uma previsão desalentadora: com as chuvas fortes de verão e o movimento para compras de Natal, a situação tende a piorar.

05. O contraponto torna-se ainda mais cruel quando se lê que, em Fortaleza, a taxa de mortalidade entre os bebês, nascidos em novembro na Maternidade-Escola Assis Chateaubriand, é 384 por cento maior do que a de 1994 e 96 por cento maior que a do ano passado. A direção da instituição afirma que está funcionando em condições normais e afastou qualquer possibilidade de um surto de infecção hospitalar.

06. Ainda no setor Saúde Pública, outro duro retrato do Brasil real: falta vacina tríplice em todo o País. Em São Paulo, único Estado em que não se observa essa carência, a Secretaria de Saúde suspendeu a vacinaçào após a constatação de que duas crianças tiveram convulsões e outras sentiram-se mal após a aplicação. O lote de vacina, importado da Suiça, está sob suspeita. Só para lembrar, a tríplice imuniza contra coqueluche, difteria e tétano e deve ser aplicada em bebês aos dois, quatro e seis meses.

07. Convenhamos: os olhos e o pensar do Brazil das elites parecem cada vez mais distante do verdadeiro Brasil de todos nós.

 
 
COMENTÁRIOS | cadastrar comentário |
 
 
© 2003 .. 2017 - Rodolfo Martino - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Sicca Soluções.
Auto-biografia
 
 
 
BUSCA PELO SITE