HOME BLOG CONTATO INDIQUE ESTE SITE
 
Área:
CARO LEITOR | ver comentários |
Título: Representamos a nossa gente
Autor: Rodolfo C. Martino - publicado em 25/04/1997
 

01. Amanhã, Gazeta do Ipiranga completa 39 anos de trabalho, vida, luta e realizações. Creio não ser imodesto dizer que a alegria por mais este aniversário não é apenas nossa, da equipe que faz GI; mas, sim, de toda comunidade que nos acolhe, a cada manhã de sexta-feira, com renovado carinho e confiança.

02. A perfeita integração jornal/comunidade, aliás, é o grande diferencial de Gazeta do Ipiranga como órgão de imprensa, agente crítico e fiscalizador das mudanças realizadas junto à sociedade por políticos, governantes, entidades representativas, associações e pela própria comunidade. Por isso, o grande reconhecimento que fazem ao nosso trabalho é quando nos identificam como legítimo porta-voz da gente que vive e/ou trabalha na região do Ipiranga. Retratamos em nossas páginas suas perdas e conquistas, derrotas e vitórias, alegrias e tristezas. É nosso compromisso caminhar, lado a lado, na certeza de que, juntos, com nosso trabalho e fé, sempre batalharemos pelo objetivo de fazer um Ipiranga melhor, mais humano -- e assim dar nossa contribuição para construção de um Brasil de todos os brasileiros.

03. Um Brasil onde não existam mais cenas de tragédias que chocam por sua estupidez e crueldade. Cenas como a do índio patachó, queimado vivo enquanto dormia por uma gang de jovens bem-de-vida de Brasília. Ou como os recentes episódios, divulgados pela TV, que mostram a inconcebível violência das ações da PM tanto no Rio como em São Paulo. Cenas de inequívoco desrespeito ao direito do cidadão, como a que se viu numa das avenidas marginais paulistanas por ocasião do protesto dos perueiros, ainda nesta semana. O trânsito da cidade já é um caos. Com a interdição de uma de suas principais vias expressas, o resultado foi um congestionamento monstruoso. Muitos ficaram presos aos veículos por mais de quatro horas. Pior: o infarto matou um aposentado, de 64 anos, que estava num dos ônibus retidos pela manifestação.

04. Temos também nossas dores-de-cabeça. Ainda nesta terça-feira a rebelião dos presos no 17º Distrito Policial revelou um dos nossos problemas mais cruciais. A caótica situação penitenciaria está às nossas portas -- assim como a violência urbana, o trânsito confuso, a questão da moradia, da saúde pública, da educação... -- mas, devemos combatê-la como um todo, em sintonia com as manifestações de toda a sociedade. Interagimos na defesa de uma causa que a todos pertence, que a todos aflige.

05. Vivemos a era da globalização. Mas, todos sabemos, não devermos nunca abrir mão de nossas origens. Não devemos perder o nosso chão. O avanço da tecnologia nos colocou em contato direto com o mundo. Informações dos mais longínquos lugares do planeta interferem diretamente no dia-a-dia de nossa gente. São reflexos de um macro-organismo do qual fazemos parte e temos, por obrigação, contribuir para sua melhoria. Somos, a bem da verdade, artífices dos novos tempos sempre a partir do nosso lugar, da nossa aldeia, do nosso Ipiranga.

06. Por isso, nós, de Gazeta do Ipiranga, estamos orgulhosos de representar a brava gente brasileira que vive na histórica região do Ipiranga.

 
 
COMENTÁRIOS | cadastrar comentário |
 
 
© 2003 .. 2017 - Rodolfo Martino - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Sicca Soluções.
Auto-biografia
 
 
 
BUSCA PELO SITE