HOME BLOG CONTATO INDIQUE ESTE SITE
 
Área:
CARO LEITOR | ver comentários |
Título: O frio e os candidatos
Autor: Rodolfo C. Martino - publicado em 28/07/2000
 

"O problema do nosso tempo é que o futuro não é aquilo que costumava ser" (Paul Valéry)

01. Os rigores da temperatura, pelo que se vê nas reportagens ao lado, não tiraram os candidatos a prefeito das ruas. Quatro deles -- os de maior destaque -- passaram pela região do Ipiranga.

02. É bom ver a movimentação dos prefeituráveis. Melhor ainda saber que o Ipiranga continua na linha de frente de suas andanças atrás de voto. Ótimo seria, se em meio a tantas idas e vindas, os candidatos abrissem os olhos para os reais problemas da cidade e das pessoas que, aqui, vivem.

03. Que a cidade anda em cacos, só não vê quem não quer. O frio que mudou os hábitos do paulistano, aqueceu as vendas de agasalhos; pois bem, esse frio também deixa nossas chagas sociais mais à mostra.

04. Tente trafegar por uma das nossas via expressas. Vale marginais, radiais ou mesmo os chamados complexos viários. Seja o horário que for, o congestionamento é inevitável. Assim como é inevitável, encontrarmos moradores de rua pelos arredores vivendo a grande tragédia humana de não ter amanhã. E aqueles que não estão na rua, mas habitam submoradias; cortiços, barracos de papelão e tábua...

05. É para esses paulistanos que o próximo prefeito terá que governar. Queiramos ou não, nós, privilegiados, que temos onde dormir, o que vestir e comer, atendimento médico, escolas para nossos filhos, endereço eletrônico e outros penduricalhos da chamada modernidade.

06. Se algo pudessse sugerir ao futuro prefeito, pediria a ele que priorizasse o combate à miséria como plataforma de trabalho. Saúde, educação, habitação digna, trabalho e comida na mesa desses paulistanos de todo o Brasil. Chega de pontes, viadutos, grandes avenidas e obras faraônicas.

07. Utopia! -- alguém há de dizer. Mas, o que seria do homem-macaco se não ousasse sonhar e descer da árvore. Ademais, longe de um eficiente transporte coletivo, corre-se o risco ver a Cidade, qualquer dia desses, encalacrada num longo e imensurável congestionamento de automóveis, picapes, jeeps e uma overdose de insensatez.

 
 
COMENTÁRIOS | cadastrar comentário |
 
 
© 2003 .. 2017 - Rodolfo Martino - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Sicca Soluções.
Auto-biografia
 
 
 
BUSCA PELO SITE