HOME BLOG CONTATO INDIQUE ESTE SITE
 
Área:
CARO LEITOR | ver comentários |
Título: A República dos companheiros
Autor: Rodolfo C. Martino - publicado em 10/01/2003
 

"O caráter de um homem é o seu destino" (Heráclito)

01. Por um desses desencontros do calendário e também pelas merecidas férias coletivas do pessoal, circula hoje e primeira edição de Gazeta do Ipiranga quando já lá se vão 10 dias do Governo Lula, o operário-presidente.

02. Pode soar remoto ao leitor -- mas, não ao cronista --, um breve registro da posse do novo presidente em clima de festa popular e, sobretudo, esperança. Até porque faço questão de reconhecer que não lembro de ter visto algo parecido em termos de empatia popular e olhe que já virei os 5.2 de estrada. Parece que todos nós subimos a rampa naquela chuvosa tarde de quarta, dia 1º.

03. Benfazeja chuva que lavou a alma brasileira e nos encharcou de fé e esperança.

04. Esperança. Êta palavrinha presente no dia-a-dia da nossa gente desde que alguém teve a infeliz idéia de colocar a atriz no horário eleitoral dizendo que estava com medo. A resposta veio imediata. E o mote da campanha passou a ser a esperança em dias melhores...

05. Mas, não é de hoje, que se associa ao brasileiro a vocação para a esperança. Na década de 70, a montagem teatral Brasileiro. Profissão Esperança, viajou por todo o Pais em plenos anos escuros da Ditadura Militar. Aportou em São Paulo no segundo semestre de 1975 e tinha como protagonistas o ator Paulo Gracindo e a cantora Clara Nunes, ambos já falecidos.

06. Assisti a um desses espetáculos numa noite de domingo. Em cena, percebia-se os atores visivelmente emocionados, o musical em si era uma ode à coragem e a construção de um País melhor. Nesta noite, a interpretação revelava um tom a mais de realidade e indignação.

07. Fim da apresentação, aplausos. Muitos aplausos. Clara não consegue segurar o choro. Gracindo em tom solene dá a noticia: o Jornalista Wladimir Herzog morreu ontem nas dependências do DOI-CODI de São Paulo. Silêncio na platéia. Tristeza e indignação. Era 25 de outubro de 1975. A História deste País começou a mudar. A posse de Luiz Inácio Lula da Silva foi certamente a página mais bonita da nossa tenra democracia. O Planeta reconheceu o feito. Mas, é importante ter claro que renasce a cada manhã a luta por um Brasil de todos os brasileiros.

 
 
COMENTÁRIOS | cadastrar comentário |
 
 
© 2003 .. 2017 - Rodolfo Martino - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Sicca Soluções.
Auto-biografia
 
 
 
BUSCA PELO SITE