Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Dino de Martino

Posted on
Foto: Divulgação

O pai era uma figuraça.

Tinha um tipo sóbrio, de poucas palavras. Mais ouvia que falava.

Prestava uma atenção danada em tudo e se expressava só com um menear de cabeça.  Ora aprovando, ora discordando do teor da conversa.

Malandro do bem, o Aldão aproveitava esse, digamos, carisma para divertir-se à sua maneira.

Sua especialidade era contar uma lorota daquelas em tom sério e monocórdico que lhe era peculiar.

Foi assim que, certa noite, numa roda de amigos, ele disse, assim do nada, que era primo em primeiro grau de ninguém menos que o ator ítalo-americano Dean Martin.

Explico que. à época, Dean Martin fazia estrondoso sucesso nas telas dos cinemas do mundo todo na celebrada e inesquecível parceria com o notável Jerry Lewis.

Como prova irrefutável do que dizia, acrescentou o fato de que, na verdade, o nome real do ator, cantor e apresentador era Dino de Martino e, assim como o pai, nascera no ano de 1917.

Fez-se um silêncio maroto no salão do fundo do bar Astória.

A italianada desconfiou da malajambrada prosopopeia, mas, sabem como é? A tradição da Velha Bota determina que, com essas coisas de família, não se brinca.

Se o Calabrês (apelido do pai) estava dizendo…

E o pai empolgou-se com a papagaiada.

Inventou que o irmão mais velho do vô Rodolfo não se adaptou ao Brasil, “terra estranha, sem neve e infestada de mosquitos”, e foi morar nos Estados Unidos e lá, sim, poderia “fazer a América”, sonho maior de todos os oriundi.

É certo que não havia Google, Wiquipédia, essas coisas…

Mas, bastaram alguns minutos e outra rodada de cerveja para os italianos, puxados pelo Sr. Garófalo, descobrirem e brindarem a troça do pai.

– Se o Aldo é primo do Dean Martin, como diz, eu sou irmão do Frank Sinatra. Brindemos!

Aí, foi a vez do Armando, de cabelos retintos de um acaju de fazer inveja ao arco-iris, pedir a palavra:

– Se o Aldo é primo do Dean Martin e o Garófalo é irmão do Sinatra, eu sou afilhado do Humprey Bogart. Tim tim!

O Patara também aproveitou a deixa:

– Se o Aldo é primo do Dean Martin, o Garófalo é irmão do Sinatra e o Armando Caju, afilhado do Bogart, então, meus caros, eu sou o próprio Fred Astaire. Brindemos!

E saíram todos a dar piruetas entre as mesas naquela noite que se perdeu nos escaninhos do tempo.

Por que lhes conto essa historieta?

Hoje é domingo, dia que essa turma se encontrava no Bar Astória, ali, na rua Lavapés. Para jogar Patrão e Sotto, beber e beber, lembrar as coisas da Itália distante e, principalmente, saudar a alegria de viver.

Tinham uma leveza d’alma e senso de fraternidade que são raros aos nossos dias.

Quis reverenciá-los.

Também porque encontrei este vídeo no You Tube e quis compartilhar com os amigos:

*A propósito, o nome de batismo de Dean Martin é Dino Paul Crocetti. Nada de Martino, de onde o pai tirou essa, eis o mistério… Mas, valeu uma noite divertida e esta crônica que é pura nostalgia.

signature

Ainda nenhum comentário.

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *