Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Goleiros do Palmeiras

Na noite deste domingo (19), a tradicional Mesa Redonda da TV Gazeta abre espaço para um especial de fim de ano, reunindo diversas gerações de goleiros que defenderam a Sociedade Esportiva Palmeiras. Entre os ilustres convidados, estão Oberdan Caetani, Valdir Joaquim de Moraes, Emerson Leão, Velloso, Sérgio e Marcos. O programa chama-se Academia de Goleiros e promete hora e meia de boas histórias.

Aliás, a tradição palmeirense de formar grandes goleiros parece mesmo estar em voga. Leio hoje nos jornais que este será um dos temas a serem aproveitados pelo Departamento de Marketing do clube no próximo ano.

Ainda neste 2010 que se encerra, os estudantes de jornalismo, Amanda Rosalie e André Médici, realizaram um trabalho de conclusão de curso na Faculdade de Comunicação da Universidade Metodista, elencando os 111 nomes de goleiros que defenderam a meta palestrina. O livro reportagem, em forma de guia, teve a orientação do professor (e corintiano) José Reis e traz a ficha técnica de todos eles, além de diversas curiosidades.

Exemplos:

“O primeiro goleiro do Palestra foi José Stillitano. Fez dois jogos, uma vitória e uma derrota e sofreu sete gols.

“O primeiro goleiro a ultrapassar os 100 jogos foi Primo Zanotta. Atuou de 1920 a 1927, com 164 jogos realizados (117 vitórias, 19 empates, 28 derrotas e 183 gols sofridos).

“Em 1932, Joel Veresini estreou em um amistoso contra o Santos e teve uma séria lesão no jogo seguinte contra o Sírio pelo campeonato paulista. Nunca mais jogou.

“Emerson Leão é o segundo jogador que mais atuou com a camisa do Palmeiras, ficando atrás apenas de Ademir da Guia. O Divino jogou 901 vezes. Leão, 617.

Vale como registro que outro grupo de alunos fez um livro reportagem inteiramente dedicado a São Marcos, com post aqui publicado no dia 3 deste mês.

signature