Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Parabéns, Almir!

Posted on

Foto: Arquivo Pessoal

Meus raros e caros,

Um post especial.

É dia de saudar um amigo de longa jornada.

O sempre_vereador Almir Guimarães completa 84 anos.

Mesmo distante (porque é um senhor duplamente vacinado e cumpridor dos protocolos), acreditem: ele se faz presente na vida de um contingente enorme de pessoas.

Prefere o Júlio Iglesias ao Roberto Carlos, mas Almir tem lá seus milhões de amigos.

Inclusive, entre os meus amáveis cinco ou seis leitores.

É dos grandes incentivadores do Blog, comenta e repassa nossas escrevinhações a diversos grupos, pois é ativo e atuante nas redes sociais.

Assim, meus caros e raros, principio por saciar a curiosidade de alguns que sempre me perguntam sobre como nós conhecemos.

Foi há 45 anos.

Por obra e graça do meu ofício: repórter.

Num domingo pela manhã, fui escalado (a contragosto) para cobrir a assembleia de moradores na sede da Sociedade de Amigos de Vila das Mercês.

Adeus, campinho de terra batida na Vila Carioca.

Adeus, futebolzinho brejeiro com os amigos.

O dever me chama!

Assim que cheguei alguém (que não lembro quem) me apresentou o Almir, então um combativo diretor social da SAB – e provável candidato a vereador pela região do Grande Ipiranga.

Lembra isso, Almir?

Desconfio que não.

Pois o cara não tinha sossego.

Antes de subir à tribuna para falar, apertou a mão de quase todos. Abraçou alguns. Sorriu para outros. Falou com Deus e o mundo.

Fiquei só observando.

Já estava em campanha.

“O homem é do ramo”, recomendou-me outro líder comunitário, o Oliver Costa, da SAB da Vila Cristália.

Seriam sete os candidatos que concorreriam à Câmara Municipal de São Paulo como representantes das 32 vilas e jardins da região do Grande Ipiranga.

O jornal – época de censura – podia publicar apenas um  breve currículo de cada um dos postulantes locais.

– Oito, disse ao meu chefe, o inesquecível AC.

– Como assim?, respondeu cofiando o vasto bigode.

– Temos um candidato na Vila das Mercês.

– Outro? Quem?

– O diretor social. Nome dele é Almir Guimarães, e não é o jornalista da TV Tupi.

– Farinha pouca, meu pirão primeiro, resmungou o editor.

– Como assim?, perguntei.

– A turma pulveriza a votação. Não elegeremos ninguém do Ipiranga.

– Concordo, disse.

Acertamos – e erramos.

Os votos verdadeiramente se espalharam pelos oito nomes.

Mas…

Almir se elegeu.

(Foi o único.)

Com mais de 40 mil votos, por aí.

Tinha 39 anos.

Desse dia em diante, Almir pôs o pé na estrada.

Trabalhou em diversas frentes.

“Para fazer do Ipiranga mais Ipiranga”, como descreveu um dos nossos colunistaso Dr. João Yasbek.

Asfalto e calçamento para ruas da periferia, iluminação pública, conservação de praças e jardins, apoio às sociedades de amigos de bairro, força aos clubes de serviço e entidades representativas e por aí foi…

Virou assíduo na redação.

– O homem é um trator, na definição do repórter-fotográfico Cláudio Michelli que o acompanhou em suas andanças na região.

Com Ulysses Guimarães

Resultado:

Em 82, o vereador se elegeu com a maior votação do partido, o MDB.

Quase 90 mil votos.

Tornou-se um dos próceres da sigla em São Paulo.

Destacou-se como o braço de apoio da gestão do então prefeito Mário Covas nos assuntos referentes ao bairro do Ipiranga.

Um período de muitas realizações.

Acredito que a mais relevante delas tenha sido a revitalização de toda a área do Sacomã, com a construção da intersecção viária que une as diversas vias locais de trânsito intenso e culminou com a abertura da avenida Tancredo Neves.

Fez mais e melhor.

Mas, só essa contribuição já valeria o mandato.

Numa breve retrospectiva (bem pessoal, eu diria), destacaria os anos 83, 84 e 85 como inesquecíveis.

Não só porque a parceria com Mário Covas (que tantos frutos gerou para o Ipiranga com ramificações em toda a cidade) o consolidou como um nome de amplitude nacional. Mas também porque em 84 vivemos um momento singular ao participarmos do histórico comício pelas Diretas-Já na Praça da Sé.

O sonho da redemocratização do país, após 21 anos de ditadura militar, ganhava contornos de realidade.

Lembro que nos encontramos nas imediações da Praça João Mendes, e de lá fomos vencendo, uma a uma, as barreiras impostas para triagem até chegarmos bem próximos ao palanque das autoridades.

O vereador e o repórter-fotográfico Cláudio Michelli subiram para juntar-se às tais e quais.

Eu fiquei por ali, nas imediações das escadarias da Sé, a fazer meu trabalho. Entrevistar os que chegavam, ouvir os inflamados discursos e  emocionar-me com as centenas de milhares de brasileiros de São Paulo, esperançosos por um novo tempo.

Uma tarde que dá orgulho a quem pôde vivê-la!

Ainda naquele ano, ao lado de outros parlamentares, Almir trabalhou firmemente para a viabilizar junto às diversas alas do PMDB a candidatura de Tancredo Neves no Colégio Eleitoral.

Depois da derrocada da emenda Dante de Oliveira, “não há outra alternativa para a democracia no Brasil” – disse-me o vereador em entrevista à Gazeta do Ipiranga em novembro de 84.

Estava ao lado do então deputado federal Roberto Cardoso Alves. Ambos confiantes na vitória de Tancredo.

Chegaram até a entabular um placar de como seria a votação no Congresso Nacional.

Em 85, com FHC

Em 85, mercê de seu intenso trabalho junto aos diversos bairros paulistanos, o nome do vereador Almir Guimarães chegou a ser cogitado pela maioria dos diretórios do PMDB para ser o candidato a vice na chapa que teria o senador Fernando Henrique Cardoso como postulante à Prefeitura de São Paulo.

A convenção do partido se realizou no Anhembi – e foi das mais ruidosas e movimentadas.

Em conversa com o então governador Franco Montoro, Almir declinou do convite em nome de Caio Pompeu de Toledo.

 

Nosso sempre_vereador ficou por 20 anos na Câmara Municipal de São Paulo.

Voltou a eleger-se em 88 e 92.

Tem muita história para contar. Daria um livro, daqueles tijolaços!

Na verdade, Almir nunca se afastou da vida pública.

Tornou-se um empresário de sucesso.

Mesmo assim, encontrou tempo para fundar a Associação de Ex-Vereadores do Estado de São Paulo que ainda hoje preside.

Continua atento aos amigos e às coisas da política e da cidadania.

– Na verdade, diz ele. – Sempre fui em essência um líder comunitário.

Um sonhador que cultiva amizades infindas.

Como a minha.

Aliás, como a de a todos nós que hoje o saudamos em retribuição ao afeto que ele nos dedica.

Parabéns, Almir!

Felicidades todas.

* Meu presente musical:

a versão de Júlio Iglesias

(o Julinho, para o Almir)

de um clássico da música italiana…

 

 

 

 

 

 

 

signature
4 Responses
  • Vamberto Batista da Silva
    14, junho, 2021

    Parabéns para você ao amigo eterno Vereador…felicidade com muita saúde…!!!
    Na qual eu conheço desde quando eu era menino, aprendi admira-lo. Agradeço por ser amigo do meu e da família. Beijo no coração.

  • Marcos A Bortoletto
    14, junho, 2021

    Ótimo texto, ainda mais quando o personagem principal é o Sr. Almir Guimarães. O conheci em 2008, na época eu procurava um terreno para comprar em um dos bairros mais lindos de São Bernardo do Campo, com benfeitorias por ele realizadas. É um homem remanescente dos tempos do “fio do bigode”, e como fui educado por meus pais da mesma maneira, foi muito fácil crescer minha simpatia por ele. Até hoje nos cumprimentamos diariamente com Bom dia e Boa noite, mesmo distantes fisicamente, sempre com a mesma gentileza e carinho de 13 anos atrás. Parabéns Sr Almir pelo seu aniversário, Parabéns Rodolfo pelo belo texto.

  • Helena
    14, junho, 2021

    O que dizer do vereador Almir Guimarães ?Eu o conheço a aproximadamente 16 anos ,eu o admiro como pai e esposo dedicado que é,uma pessoa cheia de vida ,que leva alegria por onde passa,sabe que nessa vida a muito a agradecer ,nesse dia só tenho que dizer que peço a Deus que continue abençoando sua vida vida ,que seja abençoado os seus dias.
    Feliz aniversário S Almir que sua vida seja abundantemente abençoada por Deus .
    Grande Abraço.

  • Macileide
    15, junho, 2021

    Parabéns muita paz, saúde e felicidades Deus abençoe grandemente o Sr e sua família

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *