Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Zé Hamilton, o livro

É amanhã, sábado (26/08), que um dos mais premiados jornalistas do Brasil estará em São Bernardo do Campo. Ele vem participar de uma sessão de autógrafos de sua biografia, escrita por Arnon Gomes. No mesmo dia, também autografará seu livro mais recente, “Música Caipira”.

Autor e biografado estarão na livraria Psico Cultural – das 13 às 15 horas – que fica na rua Júlio Tomé 159, no bairro de Rudge Ramos.

(…)

No livro “O Jornalista Mais Premiado do Brasil – A Vida e as Histórias do Repórter José Hamilton Ribeiro”, o autor Arnon Gomes traça a trajetória do menino nascido na pequena Santa Rosa de Viterbo, que, desde cedo, demonstrou vocação para o jornalismo e a literatura. Para estudar, morou em Casa Branca, São Simão, Ribeirão Preto e Franca. Muitos anos depois, já jornalista consagrado no Brasil, voltou ao interior paulista, trabalhando em São José do Rio Preto, modernizando a imprensa em pleno período da ditadura militar revelando nomes que, até hoje, são destaques no jornalismo nacional.

Publicado pela Editora Ekográfica, em 2015, a biografia reverenciou três efemérides que marcam a carreira de Zé Hamilton: 80 anos de idade, 60 de carreira e 40 do término da Guerra do Vietnã, conflito do qual foi o único repórter brasileiro a cobrir e que o tornou um nome nacional pelo acidente sofrido, ao pisar numa mina terrestre e perder parte da perna esquerda.

(…)

Segundo o autor, a obra se propõe ir além do Zé correspondente de guerra. “Procura explicar o motivo de, entre os jornalistas de sua geração, provavelmente a mais brilhante da história da imprensa brasileira, ele ser o único a ficar tanto tempo na reportagem, mesmo com o avanço da TV e, posteriormente, da internet. Há 36 anos, ele é repórter do programa Globo Rural. Procura desvendar quais os macetes que o tornaram o jornalista brasileiro com o maior número de prêmios. E mais: resgata suas reportagens inesquecíveis, em momentos cruciais da vida brasileira, e o legado que deixou”.

O prefácio é de autoria do também jornalista Sérgio Dávila, editor-executivo da Folha de S. Paulo e genro de José Hamilton.

signature

Ainda nenhum comentário.

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *