Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Gil e Ben Jor na voz de Roberta Sá

Posted on
Foto: Reprodução/Instagran

Roberta Sá:

Tava numa festa, conversando com Gilberto Gil e Jorge Ben Jor. 

Bater papo com os dois já me faria voltar pra casa flutuando.

Eis que, no meio da conversa, tieto o Jorge e falo que adoraria gravar algo dele um dia.

Ele responde:

‘Por que não agora?’

O resultado dessa conversinha, o amigo leitor confere a seguir:

Ela diz que me ama vai integrar o novo trabalho de Roberta Sá a ser lançado oficialmente em junho, com o título de Giro. No repertório, além do single, outras tantas canções inéditas de Gilberto Gil.

Gil e Jorge Ben Jor se conhecem e se admiram mutuamente desde os anos 60 quando ambos eram contratados da então TV Record.

Depois seguiram amigos.

Quando Caetano e Gil foram presos em fins de 1968 pela insana ditadura que nos assolava, coube a Ben Jor substituí-los no comando do programa Divino Maravilhoso que ambos apresentavam na então TV Tupi.

Depois em 1975, Gil e Ben Jor voltaram a se encontrar para gravar o fabuloso – e hoje raro – álbum duplo Gil Jorge: Oxum, Xangô.

Os discos esbanjam criatividade.

No todo, trata-se de uma belíssima mostra do talento raro de dois dos grandes gênios da nossa música popular.

Curioso é que só uma das nove canções gravadas é assinada pela dupla.

É a faixa Sarro que encerra o segundo disco. Mais de um improviso, com duração de um minuto e meio, do que propriamente uma composição.

Conheço relativamente bem a obra de um e de outro – e não lembro de outra música que tenham feito juntos. É bem provável que a brejeira Ela diz que me ama (bem ao estilo de Ben Jor dos anos 60) seja a primeira parceria oficial da dupla.

Que venham outras!

Roberta Sá talvez não saiba, mas está fazendo história…

signature

Ainda nenhum comentário.

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *