Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

A bronca de Muricy

Compreendo e justifico o desabafo de Muricy.

Primeiro, porque os deuses do futebol literalmente tomaram a bola do Verdão e, ao que consta, tão cedo não pensam em devolvê-la, haja visto o pênalti cobrado por Wagner Love.

A bola foi para as nuvens. Invadiu a morada dos ditos-cujos deuses.

Não sei se eles gostaram…

Ou seja, Muricy tinha bons – ou péssimos – motivos para estar no limite, como bem (ou mal) demonstrou na coletiva de ontem, após a derrota do ainda líder Palmeiras para o Flamengo, em pleno Palestra Itália.

E tem mais.

Assim como eu, o técnico acompanha os programas esportivos no rádio e na TV.

Assim como eu, ele ouviu o que eu ouvi e viu o que eu vi.

Só que eu posso mudar de emissora a hora que bem entender.

Como profissional da área interessado que é, Muricy tem de saber o que estão dizendo sobre o seu trabalho.

E o que diz a seleta crônica esportiva…

Que o Palmeiras está há 16 rodadas na liderança do Brasileirão, mas não é a notícia.

A notícia são os clubes que supostamente estão “atropelando”.

A saber:

O bicho-papão São Paulo.

O Inter, de melhor elenco do Brasil.

O Atlético, de Minas, que fez as melhores contratações.

O Grêmio, nas mãos do estrategista Paulo Autuori.

Falaram até do Corinthians para a conquista da almejada tríplice coroa.

O clube da vez é o Flamengo, já anunciado com loas e proas de campeão.

Claro que não é hora de radicalizar.

Há quem fale do Palmeiras.

Mas, o que falam esses senhores?

Que o Palmeiras é líder graças ao trabalho do Jorginho.

O time jogava com alegria.

Foi quando a equipe deslanchou.

Ah! há também os que enaltecem a competência do presidente Belluzo.

Os milagres de São Marcos.

As jogadas de Diego Souza.

Bem merecidos os elogios, mas o que dizem a respeito do trabalho do técnico tricampeão brasileiro?

“Previsível.”

Ou seja, parece que o Muricy foi entregar um telegrama no Parque Antártica e o contrataram para treinar a equipe.

Também não é assim, rapaziada.

Pau que bate em Chico bate em Francisco também.

* FOTO NO BLOG: Camila Bevilacqua

signature