HOME BLOG CONTATO INDIQUE ESTE SITE
Leia o ebook "Das Coisas Simples, Sensatas e Sinceras"  
OS MAIS RECENTES COMENTÁRIOS
  O marqueteiro (íntegra)
  Rodoanel para o inferno
  Um teretetê sobre Rod Stewart
  Tchinim em "8 ou 80"
  Epitácio
  Tucanei a bossa nova *
  Os amigos (3)
  Ponte e destino
  Era uma vez um verão
  As Pontes de Madison

Feliz Natal
ver comentários

Naqueles dias saiu um decreto da parte de Cesar Augusto, para que todo mundo fosse recenseado.

Este primeiro recenseamento foi feito quando Cirino era governador da Síria.

E todos iam alistar-se, cada um em sua própria cidade.

II.

Subiu também José, da Galiléia, da cidade de Nazaré, à cidade de Davi, chamada Belém, porque era da casa e família de Davi a fim de alistar-se, com a esposa Maria que estava grávida.

Enquanto estavam ali, chegou o tempo em que ela deveria dar à luz e teve seu filho primogênito; envolveu-o em faixas e o deitou na manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.

III.

Ora, havia, naquela mesma região, pastores que estavam no campo, e guardavam durante a vigília da noite o seu rebanho.

E um Anjo do Senhor lhes apareceu, e a glória do Senhor os cercou de resplendor; pelo que se encheram de grande temor.

O Anjo, porém, lhes disse:

- Não temais porquanto vos trago boa nova, de grande alegria que o será para todo o povo. É que vos nasceu hoje, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos será por sinal: achareis um menino envolto em faixas e deitado em uma manjedoura.

IV.

Então, de repente, apareceu junto ao Anjo uma grande multidão da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo:

- Glória a Deus nas alturas, e paz na Terra entre os homens de boa vontade.

V.

E logo que os anjos todos se retiraram para o céu, diziam os pastores uns aos outros:

- Vamos já até Belém, e vejamos isso que aconteceu e nos foi dado a conhecer.

VI.

Foram, pois, a toda pressa e acharam José, Maria e o Menino deitado na manjedoura; e vendo-o divulgaram a palavra que a cerca do menino lhes fora dita.

E todos os que a ouviram se admiravam do que os pastores diziam...



*Palavras do evangelista Lucas, que nos guiem e orientem em 2017.

Feliz Natal, caríssimos leitores.

(Volto em janeiro. Porque a vida, por vezes, precisa de uma pausa).

Rodolfo C. Martino
© 2003 .. 2017 - Rodolfo Martino - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Sicca Soluções.
Auto-biografia
 
 
 
BUSCA PELO SITE