HOME BLOG CONTATO INDIQUE ESTE SITE
Leia o ebook "Das Coisas Simples, Sensatas e Sinceras"  
OS MAIS RECENTES COMENTÁRIOS
  O marqueteiro (íntegra)
  Rodoanel para o inferno
  Um teretetê sobre Rod Stewart
  Tchinim em "8 ou 80"
  Epitácio
  Tucanei a bossa nova *
  Os amigos (3)
  Era uma vez um verão
  As Pontes de Madison
  Ponte e destino

Saracoteando o olhar
ver comentários

Gostaram do post de ontem?

Foi curto, eu sei.

Na verdade, uma brincadeira para melhorar o astral dos meus cinco ou seis fiéis leitores.

Aproveitei a ‘deixa’ do horário de verão, e a urgência em escrever para escrever para me mandar até a casa (apartamento) de um querido amigo, lá nas imediações do Largo da Batata, onde se concentrou boa parte da centena de blocos de rua que invadiu a ensolarada São Paulo no dia de ontem.

Foi uma muvuca generalizada nas ruas de Poinheiro e também em outras regiões paulistanas.

Um jeito bom da turma dar boas vindas ao Carnaval que se aproxima.

(...)

Não, caríssimos, não sou um desses destemidos foliões. Longe disso... Nem tenho mais idade para tal. Sou um pacato observador do fenômeno e olhe lá.

Minhas relações com o dito-cujo Carnaval foram de simpatia, mas sempre guardando certa distância. Lamento informar. Não nasci ‘apetrechado’ para a coisa.

Sabem como?

De repente, o Fulano (ou a Fulana que a coisa do empoderamento feminino anda braba, por aqui) levanta os dois indicadores, estica os braços (pode ser o inverso também) e pronto: é tomado/a pelo delírio, pela alegria e vamos que vamos, saracoteando o corpo todo, mundo afora.

Já viram (ou viveram) a cena?

Provavelmente, sim.

(...)

Sou sincero, não me sinto confortável.

Prefiram observar a coisa toda se desenrolar.

De alguma forma, a alegria da moçada também me contagia e, lá pelas tantas, depois que a banda passa, a poeira abaixa, me pego cantando baixinho, para mim mesmo, uma antiga marchinha dos tempos em que era um menino tímido, algo triste, lá no bairro operário do Cambuci.

“Recordar é viver
Eu ontem sonhei com você...”

É isso!

Rodolfo C. Martino
© 2003 .. 2017 - Rodolfo Martino - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Sicca Soluções.
Auto-biografia
 
 
 
BUSCA PELO SITE