Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Parabéns RRJ

Falar do Rudge Ramos Jornal é lembrar minha trajetória profissional, quase toda ela calcada na redação de um jornal regional e posteriomente aqui na Universidade Metodista.

É lembrar jornalistas como Antônio de Oliveira Marques, Zé Jofre, Durval Quintiliano, Hirão Tessari, Ari Silva e por que não das famílias Dotto, Polezzi e Pulga, fundadoras do Diário do Grande ABC.

Foram eles que lá nos idos dos anos 50 consolidaram, como instituição, os jornais que chamavam de setoriais ou de bairro para “dar voz e vez” à população desassistida de melhoramentos públicos da emergente periferia da Grande são Paulo.

Rudge Ramos Jornal nasce na década de 80 sob a inspiração desses pioneiros e pelas mãos de valorosos professores, que juntaram teoria, prática e a reflexão do fazer jornalístico.

30 anos depois é bom vê-lo renascer a cada quinze dias.

Melhor ainda é saber que, sempre com o respaldo da Universidade, o jornal permanece atual, combativo, a mirar os novos tempos. Sem abrir mão de cultuar a cidadania e o comunitarismo, valores que ajudou a instituir na mente e no coração de todos nós.

* Texto-base do pronunciamento que farei hoje à noite na cerimônia de trinta anos do Rudge Ramos Jornal.

signature